Logos

“Podem os oceanos salvar-nos?”. Organização, preservação, acesso e valorização do Arquivo da Comissão Mundial Independente para os Oceanos: o contributo ibero-americano para a sustentabilidade dos oceanos.

Número do Registro:
2020/016
País:
Portugal
Ano:
2020
Web
Projeto website
Linhas de ação:
Acceso a los Archivos, Clasificación, Organización, Preservacion
Instituição beneficiária:
Fundação Mário Soares e Maria Barroso
Montante subsidiado:
9.974,19 €
Estado:
Aprobado, Finalizado

Espanhol

O projeto “Podem os oceanos salvar-nos?”, desenvolvido pela Fundação Mário Soares e Maria Barroso no âmbito do programa Iberarquivos (ID 2020/016), centrou-se na organização, preservação, acesso e valorização do Arquivo da Comissão Mundial Independente para os Oceanos (CMIO).
A organização e tratamento do Arquivo da CMIO decorreu entre julho de 2021 e fevereiro de 2022, com o objetivo geral de preservar e dar acesso aos documentos que constituem a memória da CMIO, produzidos em parte por membros de países ibero-americanos (Brasil, Chile, Costa Rica, México, Espanha, Portugal).
Destacam-se como principais resultados do programa Iberarquivos:
– A publicação do Arquivo da Comissão Mundial Independente para os Oceanos (CMIO) na plataforma digital Casa Comum, em conformidade com as normas de descrição arquivística, permitindo a
recuperação de informação por pesquisa ou navegação no sistema de classificação, o acesso à reprodução dos documentos e aos metadados em simultâneo e o acesso à informação sobre o
contexto de produção e ao conteúdo ao nível do item/documento (agentes, datas, locais e assunto).
– A criação de um Guia de Boas Práticas de Digitalização, centrado na utilização de parâmetros normalizados de reprodução digital, que permitem ao utilizador obter uma perceção fidedigna
do documento, aumentando o nível de confiança sobre a informação acedida, no sentido de contribuir para a adoção e implementação destas normas pelas restantes instituições de herança
cultural no contexto ibero-americano.
– A constituição de um Guia de Apoio à Investigação, cujos conteúdos incluem uma cronologia dos principais eventos da CMIO, a identificação dos seus membros e a publicação de notas
biográficas dos participantes ibero-americanos, entre outros recursos.

O programa Iberarquivos permitiu intervir de forma sistemática sobre uma parte do arquivo da CMIO (20%) e disponibilizar informação com potencial para ser reutilizada pela comunidade científica, organizações ligadas à defesa do ambiente, políticas públicas, comunidade escolar e público em geral.

O tratamento do arquivo da CMIO compreendeu a conservação preventiva de 51 pastas num total de 309 unidades de instalação, a elaboração de um catálogo com 3 785 documentos e a reprodução de 908 documentos, correspondendo a um total de 4 983 objetos digitais.

A informação dos documentos tratados representa, essencialmente, os temas e conteúdos trabalhados pela CMIO ao longo das sessões plenárias e nas reuniões dos seis grupos de estudo – Estrutura jurídica e institucional para a utilização e proteção dos oceanos, Utilizações para fins pacíficos dos oceanos, segurança e soberania, Utilizações para fins económicos dos oceanos no contexto da sustentabilidade, Ciências marinhas e respetiva tecnologia, Parceria e solidariedade: Questões Norte/Sul e Consciencialização e participação públicas – até à publicação da versão final do seu relatório, “O Oceano… Nosso Futuro”.

O projeto destacou, em particular, o papel da Ibero-América para a gestão democrática dos oceanos, salientando os principais agentes e os seus contributos para a definição de políticas públicas do mar e para a sustentabilidade do planeta.

A preservação deste arquivo e a divulgação dos seus conteúdos cumpre o objetivo de recuperar e promover a mensagem de salvaguarda de um património “por natureza, comum”, assente na preservação da biodiversidade e na exploração sustentável dos oceanos, apoiando o desenvolvimento de atividades de investigação em áreas de conhecimento que constituíram os eixos de intervenção da CMIO.

Pode consultar os fundos em linha aqui: Archivo CMIO  

Leia o relatório final do projecto aqui Ver Documento

Consultar Censo-Guía: CENSO-GUÍA