Colaboran SEGIB y Ministerio de Asuntos Exteriores y de Cooperación

Cruzando o Atlântico: Acceso a documentação de S. Tomé e Príncipe do fundo do Conselho

Nº expediente:
2014/071
País:
Portugal
Año:
2014
Web
Web del proyecto
Institución beneficiaria:
Instituto de Investigação Científica Tropical. Arquivo Histórico Ultramarino
Cantidad subvencionada:
6.000,00 €
Estado:
Aprobado, Finalizado

O Arquivo Histórico Ultramarino é um dos arquivos portugueses mais internacionais, detém mais de 17 km de documentação textual e gráfica ( de entre finais do séc. XVI e 1975) resultante da actividade dos organismo da administração portuguesa ultramarina relativa a uma diversidade de espaços, comunidades e culturas  da Africa, América, Asia, Europa e Oceânia. Este património arquivístico comum é complementado por cerca de 33.000 publicações. A inscrição dos Arquivos dos Dembos no registo da Memória do Mundo da UNESCO em 2011 é um dos exemplos que ilustram a relevância do seu acervo e a sua actividade de cooperação com outras entidades.
A contribuição do AHU para a produção de conhecimento, a governação e para diferentes áreas criativas tem consistido prioritariamente na conservação e na melhoria das condições de acesso ao seu acervo.

O objetivo deste projeto do AHU, financiado por Iberarchivos-Programa ADAI, foi essencialmente o de dar acesso à documentação do Arquivo Histórico Ultramarino relacionada com São Tomé e Príncipe e produzida entre meados do séc. XVIII e início do séc. XIX, pelo Conselho Ultramarino e pela Secretaria de Estado da Marinha e dos Domínios Ultramarinos, órgãos da administração colonial portuguesa central.

Os documentos foram catalogados, higienizados e reacondicionados e efetuou-se um diagnóstico sumário do estado de conservação.

Este conjunto documental informa, entre outros assuntos, acerca da vida nas ilhas e enquanto entreposto comercial, em especial de escravos, entre a costa da África Ocidental, o Brasil, Portugal e outros países europeus e colónias da América do Sul e da América Central, a circulação de plantas e sementes e o envío de animais e amostras de minerais e madeiras para Lisboa.

O instrumento de acesso a este conjunto documental encontra-se agora disponível ao público.

VER DOCUMENTO PDF

 

Las imágenes que ilustran este proyecto están protegidas por la legislación vigente en materia de derechos de autor y su uso por parte de terceros requiere autorización.

Top